8 de abril de 2006

Dupla de alpinistas gaúchos chega mais uma vez ao topo do Monte Aconcagua

Os Instrutores de Escalada e Guias de Montanha Leandro Bazotti e Humberto Câmara Junior chegaram mais uma vez ao cume do Monte Aconcagua, na Argentina, utilizando uma rota alternativa chamada de falso polacos (a mesma utilizada pela dupla para subir a montanha no inverno de 2004). Eles permaneceram 19 dias na montanha e enfrentaram 5 dias de fortes nevascas a mais de 5 mil metros de altitude em um acampamento chamado de Campo 1. “nos dias de tempestade tínhamos de permanecer dentro da barraca devido aos fortes ventos que baixavam drasticamente a temperatura que passava dos 25 graus abaixo de zero” comenta Bazotti. “nestes dias muitas expedições de outros paises desistiram e quando a tempestade passou só restava nosso grupo na montanha, todos os outros haviam descido” acrescenta Humberto. A dupla fala ainda que a logística para este tipo de escalada é fundamental para que tudo saia bem. Na expedição estavam também seus amigos argentinos, Diego Tolin e Diana, esta que se tornou a argentina mais jovem a fazer cume por esta rota. “agora vamos realizar algumas palestras de divulgação desta expedição e iniciar as reuniões preparativas com os interessados em escalar a montanha na próxima temporada” declara Bazotti. Para aqueles que quiserem saber mais sobre suas aventuras e próximas expedições basta entrar em contato que eles terão o maior prazer em atendê-los. Em breve eles estarão disponibilizando aqui na pagina um relato mais detalhado e muito mais fotos, não percam! O telefone para contatar a dupla é o 51 – 968 13 584. “gostaríamos ainda de agradecer as empresas que sempre nos incentivam (Vertex Outsider, Snake Boots, Cereal Mix da Ritter e Atlas Alpinismo), e aos amigos e clientes pelos votos de felicidade e confiança, muito obrigado! Não podemos deixar de lembrar e agradecer os amigos da APECAM – Associação Porto Alegrense de Escalada Canhonismo e Alta montanha, e a Direção Provincial de Recursos Naturais de Mendoza pela grande ajuda, que sem seu apoio as coisas teriam sido muito mais complicadas burocraticamente, obrigado”