29 de maio de 2004

Noel Rocks ganha mais uma via em móveis, a "Teto Verde", 25m, 6º

Sempre que o Nativo (Cristiano Backes) vinha para Caxias fazíamos uma conquista, uma grande repetição, pêndulo ou algo assim. Desejando ir ao Mallakov, pretendíamos realizar um aquecimento em Noel Rocks, próximo a Gruta da 3ª Légua, um local próprio para treinamentos com equipamentos móveis. Pela manhã do dia 20 de maio de 2004, passei na casa do Paulo (Kriko), onde estava o Nativo, e jogamos um pouco de conversa fora e, logo depois, partimos para a escalada. Logo na saída, tomamos um atraque da polícia, três carros, super armas, trancaram até a rua, foi um escândalo e no fim, tudo liberado!!! Chegando nas terras da família Sartor, comunicamos a nossa intenção e sem problemas, fomos para a tradicional (para mim) linha de rapel. Descemos, deixamos as mochilas por ali mesmo e levei o nativo para conhecer as bases das quatro rotas em móveis existentes ali. Na andança percebemos várias novas possibilidades e sem demora escolhemos um belo diedro laranja com fenda boa e um teto no final, desafiador e ainda virgem. Antes de iniciar dividimos a conquista: o Nativo manda até a metade e eu completo a façanha. Fenda boa, movimentos bonitos, dois pequenos platôs contribuindo para os movimentos em livre no decorrer da via e o crux, um pequeno negativo vencido pelo Nativo através de um belo trabalho de movimentação no diedro e logo depois a parada “bomba”, bem montada. Na base, arrumei as coisas no haul bag, botas e equipamento restante, fixei na corda retinida e subi, recolhendo, em livre. Chegando na parada móvel; reorganizada rápida, e prossegui em direção ao teto, ainda não sabendo bem, para que lado seria a saída. Sem problemas, logo estava segurando nos enormes buracos do teto, às vezes escolhendo entre mão ou friend, movimentando e adaptando-me a situação completei o teto, repleto de super-cipós e laçando dois deles, cada um da grossura do braço, escolhi a saída pela esquerda, entrando no trepa-mato até a primeira árvore boa para montar a parada e chamar o Nativo. O haul bag veio antes, para não ocorrer problemas com as árvores. E, lá vem surgindo o Nativo, completando a quinta via com proteção móvel de Noel Rocks.

Materiais: duas cordas (uma para retinida), jogo de nuts, friends variados (+- 10) prevalecendo os pequenos, costuras e/ou mosquetões avulsos (+- 20) e algumas fitas.

Obs.:
Não esqueça, sempre, de solicitar permissão aos proprietários, ao deixar o veículo. Eles são bem receptivos e ainda vendem bons vinhos.

Um abraço e boa sorte!!!
Juliano Perozzo

Nenhum comentário: